Home » Projetos » Gerador ou Máquina de Wimshurst

Gerador ou Máquina de Wimshurst

A Máquina de Wimshurst é um gerador eletrostático de alta tensão desenvolvida em 1883 pelo inventor britânico James Wimshurst. Esse gerador tem dois discos de contra-rotação montados num plano vertical, nos discos são fixados diversos setores metálicos cujas bordas são arredondadas, duas barras transversais com escovas de arame, e duas esferas de metal separadas por uma certa distância, para que as faíscas de eletricidade estática saltem.

A maquina se baseia no efeito triboelétrico de acumulação de cargas , onde cargas são acumuladas quando dois materiais diferentes são friccionados um contra o outro. Esta máquina pertence à uma classe de Máquinas Eletrostáticas, que “geram” cargas elétricas através do fenômeno da indução eletrostática.

Foi uma inovação diante de máquinas eletrostáticas anteriores como a Máquina de Holtz e a Máquina de Toepler que tinham a tendência à inversão de polaridade em seus terminais, o que não ocorre na Máquina de Wimshurst.

Máquina de Wimshurst

Maquina de wimshurst
Máquina de Wimshurst pertencente Ao acervo de Experimentos do Espaço interCiências – Universidade Federal de Itajubá (MG) – Foto

A Máquina de Wimshurst, assim como outros geradores eletrostáticos, requerem toda a estrutura elétrica bem isolada, a fim de amenizar perdas da energia elétrica produzida pela máquina.

Para isso tanto os discos, como os suportes dos coletores de carga são feitos com materiais altamente isolantes como plástico ou vidro. Os condutores elétricos da máquina também recebem cuidados especiais para amenizar as perdas de energia.

Como funciona a Máquina de Wimshurst passo-a-passo